Os 4 melhores goleiros do mundo

Você irá ver neste artigo

Os melhores goleiros não são medidos apenas pelos times em que jogaram, mas também pelos minutos que passaram sem sofrer gols ou certas defesas lembradas.

Todos os anos, desde 1987, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) na sigla em inglês, entrega o prêmio aos melhores goleiros do mundo. Gostaria de saber quem são? Neste artigo vamos te contar.

Quem são os melhores goleiros do mundo?

Alguns dos melhores goleiros já se aposentaram do futebol, outros são famosos em suas seleções e há aqueles que se tornaram heróis em seus times locais.

No entanto, todos eles têm uma coisa em comum: são (quase) impossíveis de vencer.

1. Manuel Neuer

Jogador do Bayern de Munique desde 2011 e da seleção alemã, além de capitão, Manuel Neuer começou sua carreira no Schalke 04 em 2006, aos 20 anos.

Ele foi premiado pela IFFHS como o melhor goleiro do ano em quatro ocasiões consecutivas: entre 2013 e 2016.

Em sua primeira temporada no Bayern de Munique, ele estabeleceu um recorde de minutos sem gols: 1.147, para ser mais preciso. Assim, ele superou a marca de 1012 minutos de Oliver Kahn em 1989.

Além disso, fez parte do time que conquistou a Copa do Mundo no Brasil em 2014. Nesse evento, foi nomeado luva de ouro; eles marcaram apenas quatro gols em todo o campeonato.

2. Gianluigi Buffon

Nascido na Itália em 1978, Buffon começou sua carreira em 1995 no Parma FC, embora tenha se tornado “famoso” por suas 16 temporadas na Juventus.

Na equipe de Turim, ele conquistou 19 títulos (incluindo nove Série A e cinco Supertaças da Itália).

Foi eleito o melhor goleiro do mundo pela IFFHS cinco vezes: 2003, 2004, 2006, 2007 e 2017 (foi finalista mais seis vezes, entre 2008 e 2016).

Na seleção italiana disputou 176 jogos e recebeu 146 gols desde 1997. Foi campeão da Copa do Mundo de 2006 naquela final lembrada contra a França.

Naquela partida, que terminou em 5 a 3 nos pênaltis, Zinedine Zidane deu uma cabeçada em Marco Materazzi.

3. Oliver Khan

Mais um alemão na lista dos melhores goleiros do mundo, e também do Bayern de Munique.

Nascido em 1969, começou sua carreira no Karlsruher SC, mas sem dúvida todos o conhecem por suas 14 temporadas em um dos maiores times da Bundesliga.

Em ambas as equipas disputou 780 jogos; Ele é o terceiro jogador (e primeiro goleiro) com mais jogos naquela liga.

Ele foi premiado pela IFFHS três vezes, em 1999, 2001 e 2002. Ganhou a Bundesliga oito vezes e a Copa da Alemanha seis vezes, entre outros campeonatos locais.

Na seleção, Oliver Kahn esteve presente em 96 jogos desde 1995. Participou de quatro Copas do Mundo, foi vice-campeão na edição Coréia-Japão de 2002, quando seu time perdeu por 2 a 0 para o Brasil.

4. Iker Casillas

Ele não é apenas um dos melhores goleiros da história, mas também o que mais vezes ganhou o prêmio IFFHS cinco anos seguidos.

Iker Casillas, que nasceu em Madrid em 1981 e começou nas categorias inferiores do Real Madrid em 1990, ganhou este prémio entre 2008 e 2012. A sua estreia foi em 1999, frente ao Athletic.

Casillas foi um dos ‘galácticos’ do Real Madrid e também esteve presente nas épocas mais vitoriosas do clube, com Calderón, Pellegrini, Mourinho e Ancelotti como diretores técnicos.

É o segundo jogador com mais internacionalizações na história do clube, com 725, apenas superado por Raúl González, com 741. Transferiu-se para o FC Porto em 2015.

Estreou-se na seleção espanhola em 2000 e é o jogador com mais internacionalizações.

Foi campeão da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul (venceu a final por 1 a 0 contra a Holanda) onde marcou apenas dois gols em todo o campeonato e dois Europeus (2008 e 2012).

Além dos quatro melhores goleiros da lista anterior, queremos destacar mais goleiros com recordes, campeonatos e boas atuações a nível internacional:

São eles: Danijel Subasic (Croácia), Alisson Becker (Brasil), Keylor Navas (Costa Rica), Hugo Lloris (França), Thibaut Courtois (Bélgica).

Petr Cech (República Tcheca), José Luis Chilavert (Paraguai), Andreas Kopke (Alemanha), Michel Preud’homme (Bélgica), Dida (Brasil), Peter Schmeichel (Dinamarca), Júlio César (Brasil) e Walter Zenga (Itália).

Por fim, uma menção especial ao goleiro belga Jean-Marie Pfaff, o primeiro a ganhar a distinção de melhor goleiro da IFFHS em 1987.